Ming da China no Equador: o sorriso que nunca vou esquecer

porAffordable Volunteer Abroad

Ming da China no Equador: o sorriso que nunca vou esquecer

Estou escrevendo esta avaliação com base na minha experiência como voluntária de um mês no Equador. Eu fui hospedada na casa de uma família equatoriana e eles foram muito amigáveis, até me trataram como sua própria filha. Quando cheguei lá, meu espanhol estava ruim e minha “família” me ajudou a negociar com o motorista de táxi e me ajudou a me sentir em casa.

Como a própria filha de uma família equatoriana

Eu consegui a melhor situação de vida na casa dos meus anfitriões que eu apreciei muito, mas também pensei que não merecia que minha “família” me tratasse tão bem. O meu trabalho diário foi de ensinar inglês às crianças da aldeia e também ajudava minha avó de família hospedeira a fazer algum trabalho agrícola. Eu gostei muito do tempo que vivi lá.

Vivenciando a cultura, e admirando a natureza

Eu tive a chance de conhecer a beleza natural e experimentar essa vida que vou lembrar pelo resto da minha vida. Durante o tempo “difícil”, mas feliz, o meu espanhol melhorou do zero até um nível razoável que me permitia a entender a conversa diária. Também me mostraram a arte tradicional  e artesanato equatoriano. Como eu sou uma viajante do mundo e um amante da cultura, eu já fui a muitos países nos últimos anos.

O Equador é a minha segunda terra natal, de alma

Mas o Equador é a minha segunda terra onde encontro minha alma, experimentei o carinho das pessoas tão acolhedoras, mesmo com minhas dificuldades iniciais com o idioma e as barreiras culturais. Adorei essa experiência e voltarei a qualquer momento. – Ming, da China

Sobre o Autor

Affordable Volunteer Abroad administrator

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: